Besançon, França – Solidariedade revolucionária com a companheira trancada em Colônia

15, janeiro, 2018 Sem comentários

Na noite de quinta-feira pra sexta-feira, na vizinhança da estação TGV, penduramos uma faixa em solidariedade com Lisa, companheira presa em Colônia por um assalto bancário em Aachen, na Alemanha.

Na bandeira lê-se: “Solidariedade revolucionária com Lisa, anarquista encarcerada por um assalto bancário em Aachen (Alemanha). Feuer allen Knästen [Fogo em todos as prisões] (A)”.

Acabou de ser negado o pedido de revisão de sentença (7 anos e meio de prisão) de Lisa e será transferida para uma prisão na Espanha, de modo que ficará menos distante de sua família. Esta notícia nos irritou e não pretendemos deixá-la sozinha no mórbido silêncio do isolamento da prisão.

Liberdade para Lisa!
Liberdade para todxs!

Fonte: Attaque
Tradução: Turba Negra

Estados Unidos – 11 de Junho – Dia de Solidariedade com Marius Mason e todxs xs presxs anarquistas a longo prazo

15, janeiro, 2018 Sem comentários

Ao longo dos anos o 11 de Junho, Dia de Solidariedade com Marius Mason e todxs xs presxs a longo prazo tem vindo a apoiar e a destacar dezenas de companheirxs presxs. Tem-se vindo a incluir mais presxs de fora dos EUA, nos últimos anos, evitando-se cair no caminho fácil do centralismo nos EUA – representando-se assim de forma mais fiel a riqueza da expansão anarquista e das lutas anti-autoritárias através do mundo. (Pode descobrir mais sobre isto em june11.org). E é com isso em mente que lhe estamos a pedir ajuda para traduzir e divulgar esta breve mensagem. Sabemos que existem muitxs presxs cujas histórias não nos têm chegado ou com quem foi difícil estabelecer contato. Por enquanto o 11 de Junho tem-se concentrado em presxs anarquistas com penas de longa duração, mas essas não são qualidades estritas. Estamos ansiosxs de apoiar presxs anti-autoritárixs – a partir de diversos tipos e categorias de lutas. O 11 de Junho tem como objetivo manter nos nossos lábios os nomes dxs companheirxs que estão trancadxs há muitos anos – muito tempo depois de muitxs delxs andarem à deriva, pois sempre há novas lutas, novas emergências e mais amigxs a serem alvo do estado. Geralmente, usamos uma sentença de dez anos como ponto de referência, mas neste momento estamos a apoiar alguns e algumas presxs que cumprem 6 ou 7 anos.

Não fazemos essa distinção para minimizar a experiência dxs companheirxs que sejam retiradxs das suas comunidades e torturadxs por menos anos, mas como um reconhecimento do que é necessário fazer mais para sustentar o apoio e a solidariedade aqueles que serão trancadxs durante muitos ciclos de luta. Pedimos que entre em contato conosco se conhecer presxs cujo caso seja ajustado e gostasse de ver incluído no 11 de Junho. Nesse caso, quando fosse possível, desejaríamos estabelecer diálogo com xs apoiantes para que se possa explorar mais profundamente como xs apoiar e manter a sua voz nas nossas atividades. Por favor, ajude-nos a traduzir e disseminar esta mensagem na medida do possível. Queremos ouvi-lxs através de: june11th@riseup.net

Na Luta,
Comitê do 11 de Junho

Fonte: Contra Info

Santiago, Chile – Ataques incendiários e explosivos coordenados contra 5 igrejas antes da vinda do papa + Panfletos

15, janeiro, 2018 Sem comentários

Durante a madrugada de 12 de janeiro de 2018, uma série de atentados explosivos e incendiários sacodem a capital apenas 03 dias da chegada do “Papa Francisco” ao Chile, podre líder e hierarca de uma instituição tingida de sangue e cimentada em torturas, saques e inquisições.

1 – Atentado incendiário contra “Paróquia Santa Isabel de Hungria”, localizada na rua Las Catalpas #99, comuna de Estación Central.
No lugar, xs desconhecidxs pularam a grade por volta das 00:15 hs, o artefato incendiário foi queimado, o que consegue danificar seriamente a porta e um vitral. Sacerdotes e vizinhos tentaram apagar o fogo, impedindo que a Paróquia fosse completamente queimada.

No lugar foram encontrados panfletos reivindicando a ação, e rapidamente equipes da GOPE e Labocar chegaram mas não prenderam ninguém.

2 – Atentado explosivo contra “Capela Cristo Vencedor”, localizada na rua Peninsula #2167, comuna de Peñalolén.
Por volta das 03:10 hs, um artefato explosivo composto de pólvora negra comprimida dentro de um extintor detona, danificando parte da grade externa e deixando um buraco ao lado da porta principal.

No lugar também foram encontrados panfletos reivindicando a ação, e rapidamente equipes da GOPE e Labocar chegaram para periciar os restos do artefato, mas não prenderam ninguém.

3 – Atentado explosivo na “Capela Emmanuel, Paróquia Santos Apóstolos”, localizada na rua Salzburgo #4068, comuna de Recoleta.
Às 03:20 hs da madrugada um artefato explosivo composto de pólvora negra comprimida dentro de um cilindro de metal consegue detonar destravando a porta de entrada da capela, além de danificar e quebrar os vidros do setor.

No setor também foram encontrados panfletos reivindicando a ação, e rapidamente equipes do GOPE e Labocar chegaram para periciar os restos do artefato, mas não prenderam ninguém.

4 – Atentado incendiário frustrado contra a “Igreja Cristo Pobre”, localizada na Avenida Matucana #540, comuna de Quinta Normal.
Durante a manhã de 12 de janeiro de 2018, foi encontrado um artefato incendiário que não conseguiu ser ativado nas portas da igreja.

O artefato era composto por um tambor com 5 litros de combustível que seria ativado por um relógio, mas por falhas no temporizador não conseguiu ser ativado. A imprensa, torpemente, tentou vincular este atentado ao “Movimento Juvenil Lautaro”, devido à presença de pixações e panfletos pela região, vale a pena mencionar que esta organização tem buscado realizar um distinto tipo de agitação nas ruas antes da vinda do papa, da perspectiva de uma organização popular, mas longe desse tipo de ações incendiárias ou explosivas.

5 – Atentado incendiário frustrado contra a “Paróquia Jesús Maestro”, localizada na avenida Central #3895, comuna de Quinta Normal, dentro de Villa Portales.
Um artefato composto por um galão de combustível ativado por um sistema de relógio, foi descoberto na manhã de 12 de janeiro de 2018, sem conseguir se inflamar nem causar danos no local.

Rapidamente, equipes do GOPE e Labocar chegam no lugar para periciar o artefato, no lugar foram encontrados os mesmos panfletos.

***

Rapidamente, as ações insurrecionais tomaram todas as notícias  a agenda política antes da vinda do papa. Diferentes políticos, líderes eclesiásticos, policiais e promotores visitaram os templos incendiados e detonados, mostrando sua rejeição e preocupação com esse tipo de ações.

O promotor Raul Guzman, encarregado do Ministério Público Sul, designado e especializado para os crimes de atentados explosivos e incendiários disse: “Podemos estimar que esta é uma ação organizada. Os grupos anti-sistêmicos que estão atuando não necessariamente são organizações, podem ser grupos bastante compactos, herméticos, não necessariamente coordenados, mas esta madrugada vimos fatos que, sem dúvida, podemos vinculá-los do ponto de vista da coordenação”.

Por seu lado, o promotor nacional, Jorge Abbott, disse: “Esperamos ter resultados para identificar as pessoas responsáveis e pedir a aplicação das sanções mais severas”.

Finalmente, a presidenta Michelle Bachele disse torpe e ridiculamente: “Em uma democracia, as pessoas podem se expressar desde que faça de forma pacífica e adequada, sabemos que sempre pode haver algum grupo… mas a última noite foi muito estranha porque não é algo que se pode identificar como um grupo específico… se chamam algo assim… como… ‘pelos corpos livres’, algo assim.

A imprensa tenta fazer vínculos estéreis com alguma “rearticulação do Movimento Juvenil Lautaro”. Esta organização que na atualidade se encontra focada no “trabalho em comunidades” e alguma outra ação de agitação, de uma perspectiva completamente distante e alheias às práticas e o pensamento anti-autoritário e anárquico. Para acabar de resolver o assunto, a própria “comissão política do M.J.L” emite um comunicado rechaçando as ações.

Alguns vídeos da imprensa:
*Chilevision
*Ahora Noticias
*Radio BioBio

****

Transcrição do panfleto encontrado em vários dos atentados:

Não nos submeteremos jamais ao domínio que querem exercer sobre nossos corpos, nossas idéias e atos, porque nascemos livres para decidir o caminho que queremos tomar.

Contra todo religioso e pregador.

Corpos livres, impurxs e selvagens.

Atacamos com o fogo do combate fazendo explodir sua asquerosa moral.

Liberdade para todxs xs presxs políticxs do mundo!
Wallmapu livre! Autonomia e resistência
Papa Francisco as próximas bombas serão na sua batina!

Fonte: Noticias de la Guerra Social
Tradução: Turba Negra

Sardenha, Itália – Novo site anarquista, Sardena Anarchica

15, janeiro, 2018 Sem comentários

A Sardena Anarchica quer ser nada mais do que um instrumento de comunicação para a galáxia anarquista da SARDA, sobre o que acontece na Sardenha, como antípodas do globo. Em suma, um recipiente de notícias e percepções, ações diretas e possíveis reivindicações, um diretório internacional de presxs anarquistas revolucionárixs.

Este projeto responderia à necessidade de um instrumento que colete notícias, reflexões e análises de contextos anarquistas, anti-autoritários e refratários ao poder, da maneira mais ampla e completa possível. A partir do contexto da Sardenha, mas sem deixar de lado o contexto internacional, é claro, uma das poucas vantagens oferecidas pela busca paroxística de informação global é descobrir que, mesmo nos antípodas, há corações que batem ao mesmo ritmo que os nossos e que Forças habilmente habilitadas para fazer muito mais do que bater em um teclado. A corrida para o abismo da sociedade tecnológica está ficando cada vez mais frenética, mas xs lutadorxs de todo o mundo continuam o ritmo e, apesar do risco de serem esmagadxs por um monstro tão gigantesco, elxs tentam obstruí-lo e fazê-lo cair por terra.

Esperamos que, a partir dessas premissas, criemos um debate real, que nunca expira em partidarismo miserável, mas vivo tanto que permaneço iluminado até o choque, porque estamos cansados ​​de um morno e possível “tudo está bem”, porque em o debate pode crescer em conjunto.

A escolha de usar a rede para se comunicar é feita com a consciência dos limites inerentes ao uso da web: este site não quer e não pode ser a resposta definitiva à necessidade de uma maior comunicação entre anarquistas de outros lugares e anarquistas na Sardenha, mas tentar fornecer uma ferramenta extra por enquanto.

Atualmente, o site ainda está em fase de execução.

sardegnaanarchica.wordpress.com

Categories: Uncategorized Tags: ,

Volos, Grécia – Solidariedade com a Okupa Termita

13, janeiro, 2018 Sem comentários


Na manhã de 04/01 em Volos, houve uma operação coordenada para desalojar a okupa Termita. O desalojo foi feito pela Universidade da Tessália e pela força policial de Volos e outras forças da região. Durante o desalojo, 03 companheirxs foram presxs e liberadxs algumas horas depois com a acusação de perturbação da paz doméstica e os 6 edifícios foram demolidos logo após a operação.

Colocamos aqui o texto da Termita que explica por que foi alvo do estado e da universidade da Tessália:

Okupas são nossos terrenos liberados, liberados do controle do estado, para abrigar nossas necessidades e desejos; são as estruturas que conectam a luta à sociedade, que incorporam a visão de liberdade e solidariedade. São pontos de encontro para todxs aquelxs que questionam o estado e o capitalismo, que escolhem coletivizar fora da estrutura institucional. Eles são o terreno em que as comunidades de luta são construídas, em termos de participação e igualdade. Tudo isso significa que okupas não são espaços de estilo de vida alternativo, mas um refúgio no meio de uma guerra, para todxs aquelxs que são assediadxs pelo mundo da autoridade. Especialmente para xs migrantes, fora das comunidades auto-organizadas, o Estado mantém um regime especial de repressão: perseguição, encarceramento e deportação.
Esta nova hostilidade, iniciada pelo estado, é parte do ataque geral contra aquelxs que lutam. Este constante ataque do Estado e do para-estado faz parte da mesma cerca de arame farpado que está no caminho de milhares de refugiadxs e migrantes, que reforça o controle e vigilância em nossas cidades, que constrói prisões de alta segurança e armar gangues paramilitares, preparando o caminho para o totalitarismo moderno.

Para concluir, estamos unidxs e declaramos que qualquer ataque contra um espaço de luta é um ataque contra todxs nós.

Pedimos uma intervenção microfônica em solidariedade com a Okupa Termita na Praça Syntagma às 12:00 no domingo 07/01, enquanto xs companheirxs em Volos farão uma manifestação.

Assembléia de Solidariedade à Okupas para e Espaços de Luta

Estrutura de auto-defesa de okupas e projetos de habitação para migrantes

https://athens.indymedia.org/event/72595/

Em Heraklion, caixas eletrônicos foram destruídos e algumas paredes foram cobertas por pixações.
Uma ação de sabotagem ocorreu em Tessalônica, um canteiro de obras e dois guindastes foram danificados com coquetéis molotov.

“Solidariedade com a Okupa Termita”, faixa na okupa Terra Incognita em Tessalônica.

“Nossos sonhos não podem ser destruídos, nossa consciência está ficando mais forte”, Tessalônica.


“Nossas idéias não podem ser desalojadas, nem um passo para trás”.


“Sem acusações para xs presxs da Okupa Termita”.


“O ataque do estado será respondido por um ataque”.


“Nossas idéias não podem ser desalojadas, não podem ser demolidas. Solidariedade com a Okupa Termita”, Okupa Ntougrou em Larissa.

Fonte: Squat!net
Tradução: Turba Negra

Montichiari, Itália – Dano e pixação no monumento ao Carabinieri

13, janeiro, 2018 Sem comentários


Da imprensa local, descobrimos que o monumento ao Carabinieri do parque “Caduti di Nasiriya” [comemorando o “Caído de Nasiriya” no Iraque em 2003, quando 13 carabinieris italianos, 4 soldados italianos e 2 italianos, e 9 civis iraquianos foram mortos] foi o alvo de três ataques de vandalismo no último mês.

Entre os 16 e 17 de dezembro, pixações foram deixadas na base do monumento: “Carabinieri in line”, que foi reivindicado por anarquistas.
Entre 30 e 31 de dezembro, a placa e o mármore em memória dos carabinieris foram pisoteados.
Entre 03 e o4 de janeiro, uma pixação foi deixada no monumento: “Parque Carlo Giuliani. Policiais assassinos “.
Parece que o sistema de câmeras de vigilância no parque não está funcionando e será uma tarefa difícil identificar xs responsáveis.

Fonte: Round Robin
Tradução: Turba Negra

Categories: Uncategorized Tags: ,

Itália – Nº 16 da publicação Frangenti… para um 2018 de revolta!

13, janeiro, 2018 Sem comentários

De certos desperdícios para as travessuras usuais das eleições, do celodurismo (relativo ao partido de extrema direita Lega Nord) no molho nuclear até a sufocação perene da terra, com um mergulho em um passado não muito distante nas revoltas de ontem para soprar no fogo dos dias de hoje com os ecos e os olhares.
Essa é a primeira edição de 2018 da Frangenti!

Para lê-la.
Para imprimi-la.

Categories: Uncategorized Tags: ,

Valparaíso, Chile – Companheira Tamara Sol ferida em tentativa de fuga

12, janeiro, 2018 Sem comentários

Hoje, 12 de janeiro de 2018, a companheira Tamara Sol tentou fugir do centro de extermínio de Valparaíso, uma ação frustrada pelos carcereiros que impediram a companheira de recuperar sua saída para a rua por seu próprios meios.

Por enquanto, a informação não está completa e será atualizada.

Tamara estaria ferida depois de ser brutalmente espancada pelos carcereiros, se encontrando incomunicada, isolada e esperando uma transferência como de castigo para outra prisão.

Lembremos que Tamara Sol foi condenada a 7 anos por ter disparado em um guarda de um banco em vingança pelo assassinato do companheiro anarquista Sebastián Oversluij após uma tentativa de roubo a banco.

Estaremos informando e atualizando conforme cheguem mais informações.

Solidariedade revolucionária com Tamara Sol!

Força, determinação e decisão para Tamara, sua família e as pessoas próximas!

Ante os centros de extermínio e de tortura dos carcereiros: Motim e fuga mil vezes!

Fonte: Publicación Refractario
Tradução: Turba Negra

Lecce, Itália – Descoberto dispositivos de vigilância

12, janeiro, 2018 Sem comentários

Compas perceberam que a porta da casa onde vivem foi forçada e os cômodos foram visitados (nada está faltando, aparentemente). Seu carro tem problemas elétricos (a bateria descarregou duas vezes em um mês, sinal de consumo anormal de eletricidade). Na caixa de fusíveis, eles encontram um dispositivo de monitoramento (GPS e microfones, veja a imagem 1).

Alguns dias depois, saindo da casa, xs compas veem alguém trabalhando em seu carro. Aproximando-se, elxs assustam o cara, que deixa o airbag no local para abrir as portas (foto 2) e… seu saco de trabalho (foto 3)!

 
 
Fonte: Attaque
Tradução: Turba Negra

Categories: Uncategorized Tags:

Saint-Étienne, França – Sabotagem contra o aumento do preço do estacionamento

12, janeiro, 2018 Sem comentários

Os 22 parquímetros de Cret de Roch foram vandalizados em Saint-Étienne. As ranhuras para a introdução de moedas ou cartões azuis foram preenchidos com espuma expansível de poliuretano. Este produto que incha e endurece usado para encaixar buracos. Os carimbos de data/hora foram inutilizáveis. A cidade de Saint-Étienne apresentou uma queixa e espera que os parquímetros sejam colocados em serviço o mais rápido possível.

Nesta área do Crêt-de-Roc, o protesto contra o novo plano de estacionamento está vivo: aqui, muitos lugares livres tornaram-se pagantes desde 01 de janeiro. Uma petição foi lançada pelos moradores locais para denunciar esta nova organização.

Fonte: Attaque
Tradução: Turba Negra

Categories: Uncategorized Tags: , ,